4 exemplos de aplicações de IoT na agricultura

Outros

Não é novidade que a transformação digital impacta positivamente na agricultura, exercendo um papel fundamental na resolução de problemas. Um exemplo dessa utilização são os sensores conectados e espalhados em uma estufa. Com esses sensores, os agricultores conseguem ter acesso às informações sobre mudanças de temperatura e como essas mudanças podem afetar nas produções agrícolas.
 
É claro que o uso de dispositivos IoT na agricultura vai muito além desses sensores. Eles trazem produtividade, lucro, eficiência, redução de custos, previsão de condições climáticas, entre tantas outras opções positivas.
 
Um estudo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), de 2017, apresentou otimismo em relação ao uso da Internet das Coisas na agricultura. O setor deve ser impactado entre US$5 bilhões (R$20,90 bilhões) e US$21 bilhões (R$87,80 milhões) até 2025.
 
Em 2019, esse otimismo refletiu no Plano Nacional de Internet das Coisas, que visa melhoria na qualidade de vida da população.
 
Segundo o Próximo Nível, é um fato que todos os produtores só têm a ganhar com a Internet das Coisas. Embora muitos ainda não conheçam esse conceito e os benefícios que ele traz.
 
Alguns exemplos de aplicações de IoT na agricultura são:
 
1.    Internet das Coisas no controle de pragas
 
Os sensores criados pela Internet das Coisas podem fornecer informações em tempo real sobre a saúde das plantações e captar a existência de pragas. Isso vai resultar em informações, para que os agricultores consigam decidir qual método de prevenção será o suficiente.
 
 
2.    IoT no controle do uso de água nas lavandas
 
A água é um recurso essencial para a colheita e saúde do solo. De acordo com o site FutureIoT, sensores conectados podem reduzir em 30% o consumo de água em uma produção. Os sensores podem ser instalados ao redor das plantações, para que os agricultores consigam medir o nível de água e conectá-los aos sistemas de irrigação.
 
 
3.    IoT apoiando a lucratividade e a vantagem competitiva

 
O setor agrícola passou a utilizar os sensores de IoT para aumentar a colheita e o sistema de produtividade. Por essas razões que, acabaram criando uma vantagem competitiva nos negócios.
 
 
4.    IoT no monitoramento de animais
 
A IoT possibilitou até que agricultores consigam monitorar os animais no pasto.
Uma das opções são sensores de rastreamento, que induzem a redução de tempo de busca caso esses animais se percam do rebanho.
É possível também monitorar uma vaca e conseguir prever se ela está grávida ou não. Em outros casos, é possível identificar se o animal vai ficar doente. O dispositivo envia uma notificação automática ao fazendeiro, para que ele entre em contato com um veterinário.