Agronegócio no Brasil: qual a importância para o país?

Outros

Raramente paramos para pensar o quanto o agronegócio é um setor econômico fundamental para o nosso país. Ele é formado por diversas cadeias produtivas ou atividades agrícolas que desempenham um papel importante na nossa rotina.

O agronegócio pode ser compreendido como a soma de operações de produção e distribuição, tais como: unidade de produção, armazenamento, processamento, distribuição dos produtos agrícolas e os itens produzidos através deles.

O agronegócio brasileiro é formado por dois tipos de produtores, sendo eles:

Pequenos e médios produtores: são conhecidos como mini fundiários, que possuem pequenas áreas de produção. Entre eles, predomina a agricultura familiar, cuja as plantações são realizadas em suas propriedades.

Grandes produtores: são conhecidos como os latifundiários, representados por proprietários de grandes extensões de terra, e produtos como soja, milho e algodão.

Atualmente, o agronegócio encontra-se como o maior negócio da economia brasileira, sendo uma das principais locomotivas do progresso do Brasil.

De acordo com o AgroPós, o agronegócio tem assumido uma posição de destaque no debate econômico e nas grandes pautas de discussões no Brasil nos últimos anos, resultando numa ampla repercussão midiática. O setor vem ganhando holofotes, devido às capacidades de expansão, produtividade, produção e oportunidades no mercado de trabalho em várias regiões.

A tecnologia também vem sendo uma grande aliada da produtividade do setor do agronegócio. Equipamentos desenvolvidos com tecnologia de ponta facilitam na execução de tarefas, das mais simples às mais complexas, contribuindo para a qualidade, eficiência e aumento da produtividade. Reduzindo significativamente o consumo de recursos naturais, como água, energia e combustível.